Venda Don Juan (narrado por ele mesmo)  - OUTLET
R$48,00 R$14,40
5
Product Code: 978-85-7448-133-3

-
+

Don Juan (narrado por ele mesmo) 
  

Autor: Peter Handke

Tradução: Simone Homem de Mello

Dimensões do produto: 14x21cm

Número de páginas: 144

ISBN: 978-85-7448-133-3

Leia um trecho da obra


Livreiros e distribuidores

Para orçamentos e pedidos, nos encaminhe um e-mail: vendas@estacaoliberdade.com.br



Sobre a obra


Don Juan (narrado por ele mesmo), apesar do seu subtítulo, é recontado, de fato, por um cozinheiro solitário e ocioso, ávido leitor, que, um belo dia, em meio a leituras de Racine e Pascal, decide dar um basta nos livros. Sua imprevista decisão coincide com a igualmente repentina e abrupta aterrissagem de Don Juan no jardim do albergue onde ele vive, nas ruínas do monastério de Port-Royal-des-Champs, na França. Não um Don Juan qualquer, mas o próprio Don Juan, a figura legendária cujas aventuras já foram contadas e recontadas e que Peter Handke decide ambientar definitivamente na contemporaneidade.

É importante destacar que os produtos vendidos em nossa outlet contém pequenas avarias causadas pela armazenagem e pelo tempo (páginas amareladas ou ferrugem de papel), e eventual presença de amassados, marcas, manchas, riscos, sinais de uso ou pequenos defeitos de produção. Os volumes selecionados nunca terão problemas que interfiram na leitura do conteúdo.
Caso tenha interesse em adquirir alguma obra classificada como outlet, entre em contato conosco para saber a disponibilidade e estado dos exemplares em estoque. Não é permitida a troca do produto ou reembolso.

A OBRA ESTÁ DISPONÍVEL TAMBÉM EM E-BOOK




Lembramos que toda compra nos reforça. Nesses tempos difíceis para o comércio do livro agradecemos o apoio a nosso catálogo e à bibliodiversidade.

 





Sobre o autor

 

Ganhador do Prêmio Nobel de Literatura 2019, Peter Handke é um dos maiores escritores de língua alemã. Tornou-se conhecido nos anos 1970 como roteirista de Wim Wenders e por obras como "O Medo do Goleiro Diante do Pênalti", "A Mulher Canhota" (também filmado por ele) e "Tarde de Um Escritor". Produto por excelência da dissolução do Império Austro-Húngaro e mais tarde da Iugoslávia (a mãe era eslovena, o pai austríaco), sua escrita é fortemente marcada pelo desassossego centro-europeu e das margens do Danúbio. Sua rebeldia é igualmente literária, com todo proveito para sua vasta e refinada obra.