MULHERES


A grandeza de Osamu Dazai está em seu mérito literário. "Declínio de um homem", seu romance mais celebrado, inclusive tendo sido adaptado também para dois mangás, e publicado pela Estação Liberdade em 2015, é um sucesso absoluto. Em pouquíssimo tempo, já recebeu várias reimpressões.

"Mulheres" promete a mesma qualidade. Uma coletânea de 14 contos de Osamu Dazai sob a forma de monólogos femininos. As narradoras de Dazai falam sobre o cotidiano, descrevem momentos de dor e alegria, expressam suas emoções e opiniões com sinceridade e sem reservas. A guerra e seus efeitos também aparecem como pano de fundo de muitos textos, uma vez que quase todos eles foram produzidos no período que compreende a Segunda Guerra Mundial.


                                                                                                       


OSAMU DAZAI 

Osamu Dazai, cujo nome verdadeiro era Tsushima Shuji, nasceu em Kanagi, Japão, em 19 de junho de 1909. Estudou literatura francesa na Universidade de Tóquio, e sempre teve uma vida familiar atribulada. Por causa de um relacionamento com uma gueixa, Hatsuyo Oyama, acabou deserdado pelo pai.

Tentou o suicídio em quatro ocasiões, sendo duas delas antes de completar 20 anos de idade. De saúde frágil e com recorrentes problemas financeiros, Dazai tornou-se alcoólatra e passou por diversas internações hospitalares, além de viciado em morfina. Após se separar de Hatsuyo, casou-se novamente, com uma professora, Michiko Ishihara. A literatura foi um de seus poucos refúgios, tendo escrito contos, relatos e novelas. Suicidou-se às vésperas de completar 39 anos, juntamente com sua amante na época, Tomie Yamazaki, jogando-se no rio Tama, em Tóquio, em 13 de junho de 1948.




Livro
Tradutor Karen Kazue Kawana
Formato 14 x 21 cm
Páginas 272 páginas
ISBN 978-65-86068-61-0

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.