Indicação de leitura para as férias


As férias de julho chegaram, e é importante encontrar maneiras de distrair e incentivar a criatividade da criançada. Para isso, preparamos uma seleção especial com mais de 15 títulos para não deixar a hora da leitura ser uma atividade monótona.


AS AVENTURAS DE CARLOTA 

Quando a premiada cineasta, produtora cinematográfica e autora alemã Doris Dörrie resolveu escrever livros infantis, ela criou a pequena Carlota.

Quem tem criança em casa sabe bem que chega um certo dia em que aquela roupa do dia a dia fica “sem graça”, e então os pequenos se enchem de opinião para escolher a própria roupa (o que às vezes resulta em combinações estranhas ou fantasias do personagem preferido). E claro que em CARLOTA QUER SER PRINCESA não poderia ser diferente.

Carlota não quer ir para a escola com sua roupa normal. Pede à mãe para vestir seu vestido de princesa. Depois de idas e vindas, ela finalmente consegue não só convencer a mãe, mas também fazer com que ela use um vestido todo especial, e saem as duas felizes da vida. A acolhida no local de trabalho e na escola é ótima e compõe o desenlace da história. O livro quer demonstrar que a criatividade vale a pena, e que a perseverança traz frutos, além de mostrar como tem valor a cumplicidade entre mãe e filha.

Em 2018 o livro CARLOTA QUER SER PRINCESA foi selecionado pelo Programa Minha Biblioteca, uma iniciativa que busca fomentar o hábito da leitura dos estudantes da rede municipal.
Já em CARLOTA E OS MONSTROS (segundo volume da série), Carlota é uma criança de imaginação fértil, mas que morre de medo de monstros. Certo dia, Carlota não consegue dormir e se vê perseguida por sete monstrinhos maluquinhos e bem coloridos. Um está se coçando, o outro brincando com suas bonecas, enquanto um terceiro penteia seus cabelos, e assim por diante... Aparecem toda hora em seu quarto; basta a mãe virar as costas que eles a atormentam. O que eles querem, afinal?

Cansada e cheia de coragem, Carlota decide enfrentar os monstros e descobre que queriam um pouco de diversão. Assim como toda criança, eles adoram televisão — também têm seu lado infantil.

 



O PODER DA AMIZADE

Combinando fantasia com o charme da vida cotidiana, Entregas expressas da Kiki, de Eiko Kadono lida de uma forma leve e descontraída com temas como a passagem da infância para a idade adulta, a busca juvenil pela independência, com o desapego do “ninho” familiar, e as questões de aceitação e de adaptação em grupo vivenciadas pelos adolescentes.

A inspiração para que Kadono criasse a bruxinha Kiki veio depois que sua filha fez, aos treze anos de idade, o desenho de uma bruxa com notas musicais voando ao redor.

A obra é ilustrada por Daniel Kondo; a tradução do japonês é da conhecida autora de infantis Lúcia Hiratsuka.




O MUNDO ENCANTADO DE LA FONTAINE
 
As FÁBULAS de Jean de La Fontaine (1621-1695) foram um marco na infância de muita gente. Em julho, celebram-se os 401 anos de nascimento de La Fontaine e suas fábulas, que geralmente envolvem animais falantes e, claro, a boa e velha "moral da história". São um clássico e atravessam os tempos, com inúmeras reimpressões.
 
Nossa edição, traduzida por Mário Laranjeira, traz 43 fábulas ilustradas por belíssimos guaches do artista Marc Chagall, que se dedicou durante os anos de 1926 e 1927 a representá-las.
Uma edição em capa dura, para adultos e crianças se apaixonarem.
 
 
 
DICA CULTURAL:
Se você é de Brasília e quer conhecer mais sobre a vida e a obra do pintor Marc Chagall, acontece até o dia 18 de setembro no CCBB Brasília a exposição MARC CHAGALL: SONHO DE AMOR.
São mais de 180 obras expostas.

Saiba mais sobre a exposição
  



Comentários

Escreva um comentário